Francisco Bethencourt – Intervenção

Religiões
RACISMO E RELIGIÕES

A divisão entre preconceito religioso e preconceito racista, o primeiro relativo a crença e o segundo relativo a teoria das raças, não tem base histórica. Os preconceitos religiosos estiveram sempre cruzados com preconceitos de sangue ou, se quisermos, descendência. A teoria das raças, por sua vez, não se desligou dos preconceitos religiosos que a precederam. O genocídio dos arménios no império Otomano e o genocídio dos judeus na Alemanha Nazi são dois casos evidentes de mistura entre teoria das raças e preconceitos religiosos.
Assim como eu recuso que o racismo é inato à humanidade, também recuso que a perseguição étnica seja inata às diversas religiões.
A tese é que estes preconceitos são activados por projectos políticos de monopolização de recursos económicos e sociais.